sábado, 29 de março de 2014

"Selfie" é a nova maneira de expressão e autopromoção.

Na última quarta-feira, o respeitabilíssimo Dicionário Oxford, o mais extenso da língua inglesa, anunciou que um novo verbete passaria a figurar em suas páginas: selfie, que reúne o substantivo self (eu, a própria pessoa) e o sufixo ie. Eis sua definição: "Fotografia que alguém tira de si mesmo, em geral com smartphone ou webcam, e carrega em uma rede social." Os responsáveis pelo Oxford informaram que o dicionário surgido no século XIX aceitou o novo verbete porque as citações a selfie cresceram 17.000% neste ano — mensalmente, um programa coleta mais de 150 milhões de palavras em publicações variadas e analisa a recorrência delas. O ingresso do termo no Oxford, no entanto, não é apenas fruto de uma estatística. É o reconhecimento de um fenômeno global. Tornou-se um gesto comum esticar o braço segurando o celular apontado para o rosto, e depois compartilhar a foto no Instagram, Facebook ou similares. O selfie pode revelar um estado de espírito ou ser um meio de autopromoção. Anônimos e famosos aderiram. Em excesso, selfies podem até fazer mal, alertam psicólogos. Fonte: Revista Veja

A moda pegou mesmo........

Celebridades....

Nem os religiosos escapam....

...e pelo jeito é antigo isso. kkk

quarta-feira, 26 de março de 2014

sábado, 22 de março de 2014

Vivendo Amando e Aprendendo

- ‘Rir é arriscar-se a parecer tolo’. Bem, e daí? Os tolos se divertem muito.
- ‘Chorar é arriscar-se a parecer sentimental’. Claro que sou sentimental. Adoro isso! As lágrimas podem ajudar.
-“Procurar outro é arriscar-se a se envolver’. Quem é que está se arriscando a se envolver! Eu quero me envolver.
- ‘Expor seus sentimentos é ariscar-se a mostrar o seu verdadeiro ser’. O que mais tenho para mostrar?
- ‘Expor suas idéias e sonhos diante do povo é arriscar-se a ser chamado de ingênuo’. Ah, me chamam de coisas piores que isso.
- ‘Viver é arriscar-se a morrer’. Estou pronto para isso. Não ouse verter uma lágrima se souber que Buscaglia explodiu pelos ares ou morreu. Ele o fez com entusiasmo.
- ‘Esperar é arriscar-se ao desespero e experimentar é arriscar-se ao fracasso’. Mas os riscos têm que ser corridos, pois o maior risco na vida é não arriscar nada. A pessoa que não arrisca nada, não faz nada, não tem nada, não é nada e não se torna coisa alguma. Pode evitar o sofrimento e a tristeza, mas não pode aprender, sentir, modificar-se, crescer, amar e viver. Acorrentado por suas certezas, é um escravo. Foi privado do direito de sua liberdade.
Somente a pessoa que arrisca é verdadeiramente livre. Experimente e veja o que acontece.
                                                                                             
                                                                           do livro: "Vivendo Amando e Aprendendo" - Léo Buscáglia





domingo, 16 de março de 2014

Glândula Timo, toques para sair tudo que é ruim em nós, exercite-se

"A glândula timo está associada ao poder da intenção, da coragem e da autoafirmação. Bater nela com os nós dos dedos da mão fechada produz uma ressonância muito positiva. Por isso, tanta gente sem saber disso bate no peito diante de uma vitória, ou toca esse ponto para afirmação da sua identidade. Já reparou?

Pela manhã, após acordar, bater no timo é favorável. Tudo isso adianta muito se você compreender o PODER DA INTENÇÃO, pois uma palavra de poder é nada sem a sua profunda, muito profunda e forte intenção.

Um exemplo, é quando você usa a palavra chispa e produz um som sibilante - "chissssssspa" - tanto para afastar o que te incomoda, quanto para atrair o que precisa, conforme o uso na glândula timo.

Não é o "poder da palavra", e, sim, o poder magnético da sua intenção movendo as palavras. É a sua força oculta por trás da oculta força, tanto que ninguém vê e poucos percebem o poder da sua força, tantas vezes, nem mesmo você está consciente dessa força. E segue, às vezes, negativado pelos medos.

Você move o seu poder e o Universo responde através de novos sentimentos, novas ideias, novas pessoas, novos eventos. Bater no timo e usar palavras como chispa divina, gradualmente acorda no seu Inconsciente o poder de atrair a coragem, o bom, o bem e o belo. Pratique todos os dias, todos os dias e verá." - J. C. Alarcon


segunda-feira, 10 de março de 2014

sábado, 8 de março de 2014

Estamos na Primavera

Estamos na Primavera