sábado, 17 de novembro de 2012

Cavalinha benefícios internos e externos


Considera-se que esta planta tem mais de 300 milhões de anos. Apresenta mais de 20 espécies, algumas de origem europeia, outras de origem americana, porém, todas têm características e usos semelhantes.

Características:
A cavalinha é uma planta perene. Não possui flores e, consequentemente, nem sementes; algumas espécies possuem folhas verticiladas. O caule é de cor verde, oco, com textura áspera ao tacto por causa da presença de silício e pode ser encontrado de duas maneiras: - o caule fértil, geralmente curto, surge no início da primavera. Apresenta na extremidade a espiga produtora de esporos, que serve para a sua reprodução, que, porém, também pode ocorrer através de rizomas.- o caule estéril, geralmente longo, surge depois que o caule fértil murcha. A sua composição química é formada por grande quantidade de silício e quantidades menores de cálcio, ferro, magnésio, tanino, sódio, entre outros. É adaptada a solos úmidos e por ser agressiva e persistente, deve–se cuidar para que não se torne uma erva daninha.
Aplicações terapêuticas:
A suas propriedades adstringentes, diuréticas e estípticas, auxiliam no tratamento de
- gonorreia,
-diarreias,
-infecções de rins e bexiga,
- estimulam a consolidação de fracturas ósseas,
- agem sobre as fibras elásticas das artérias,
- atuam em casos de inflamação e inchaço da próstata,
- aceleram o metabolismo cutâneo,
- estimulam a cicatrização e aumentam a elasticidade de peles secas, sendo indicada ainda para o combate de hemorragias ou cãibras, úlceras gástricas e anemias.
É usada também como hidratante profundo, ajuda a evitar varizes e estrias, limpa a pele, fortalece as unhas, dá brilho aos cabelos, auxilia no tratamento da celulite e também da acne. Com fins ornamentais é utilizada na composição florística de lagos decorativos, em áreas brejosas, etc...

Formas de utilizaçãoChá por decocção (operação que consiste em extrair os princípios ativos de uma substância vegetal por contacto mais ou menos prolongado com um líquido em ebulição)
Ingredientes: 2 colheres de sopa de erva picada; 500 ml de água.Coloca-se a planta num recipiente com água fria, fervendo-se por 5 minutos contados a partir do momento do início da fervura. Côa-se e toma-se ainda quente.

Óleo para prevenir estrias: Coloca-se um ramo ou caule da cavalinha (já seca) num frasco pequeno de óleo de amêndoas. Deixa-se macerar por 30 dias e passa-se na pele, sempre após o banho.

Infusão para limpeza de pele: Coloca-se um pouco da planta (fresca ou seca) numa vasilha e despeja-se água a ferver. Abafa-se e deixa-se descansar por 10 minutos. Depois de fria, usa-se a infusão para limpar a pele utilizando-se um disco de algodão.

Para dar brilho aos cabelos e fortalecer unhas.Faça-se um chá com caules e folhas da cavalinha, deixe-se esfriar e use-se no enxaguar final dos cabelos. Para fortalecer as unhas, faça-se um chá mais concentrado, deixe-se amornar e mantenham-se as unhas imersas por cerca de 15 minutos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostaria de sua opinião sobre a postagem.

Estamos na Primavera

Estamos na Primavera