quarta-feira, 25 de março de 2009

O INSTINTO SEGUNDO A NECESSIDADE/ESPÉCIE - CONT.


Todo e qualquer animal, em determinada época de sua existência, deixa um lugar e se encaminha para outro. Seja somente poucos centímetros, em busca do acasalamen to ou de alimentação, seja quase uma volta ao mundo na fase da migração. O animal possui um sofisticado "aparelho sensorial" ou um notável "relógio interno" que o mantém voltado para a direção exata, apropriada à sua manutenção e à sobrevivência da espécie.
Os animais, no entanto, não são simples "autômatos de reflexos" ou escravos da genética. Eles possuem em si um princípio imanente que faz com que respondam, com criatividade para se adaptar às diferentes circunstâncias, obviamente dentro de certos limites. Animais e plantas se desenvolvem de modo diverso e criativo em climas que sofreram alterações ambientais e podem, através de longos períodos de tempo, mudar suas "características de comportamento", bem como as "características estruturais".
Deus é o agente causal ou a força interna e ativa que rege a tudo que existe. A causalidade Celestial é, ao mesmo tempo, a força que transcende e que está inseparavelmente contida no âmago de cada ser vivo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostaria de sua opinião sobre a postagem.

Estamos na Primavera

Estamos na Primavera