terça-feira, 5 de abril de 2011

Luto

O dia que chegar, chegou. Pode ser hoje ou daqui a 50 anos. A única coisa certa é que ela vai chegar! (Ayrton Senna)



Pois é gente, o Ayirton além de ser um bom piloto de carro, mostra com essa frase curta ter sido um homem de sabedoria, falando aqui sobre a morte. O homem nunca acha que vai morrer, enterra seus entes queridos com dor no coração se achando imortal, mas de repente chega a sua vez. Tive a tristeza de "perder" (embora não a estou perdendo) minha irmã mais velha esse sábado passado, momento este (de doença) que vemos os verdadeiros seres humanos que podemos contar...em fim não quero aqui descrever lamúrias, mas deixar minha singela homenagem a essa minha irmã que passou por nós e que sinto muito sua partida...

2 comentários:

  1. Oh querida amiga... sinta-se abraçada nesse momento de dor.
    Sei que não há palavras que consolem uma perda dessas, mas tenha certeza que Jesus Cristo e Deus, Nosso Pai Misericordioso, haverá de receber essa irmã e, em seu olhar amantíssimo, abranger todas as coisas boas que ela fez nessa existência, e com um abraço gostoso, confortá-la, confortar seus entes que ficaram e guiá-la agora na vida espiritual.
    Abraço

    ResponderExcluir
  2. Ah Maga... eu só tenho uma irmã e ela mora quase 500 km longe de mim... eu não sei como ficaria numa situação dessas... Mas creio em Deus e sei que Ele é um Paii de Amor e sempre recebe seus filhos, apesar dos erros, apesar dos desacertos, com compaixão. Não poderá ser diferente com sua querida irmã. Tenha fé, ore por ela e siga com a vida, apesar do hiato. Beijo e se precisar conversar, estarei sempre disponível.

    ResponderExcluir

Gostaria de sua opinião sobre a postagem.

Estamos na Primavera

Estamos na Primavera