quarta-feira, 14 de abril de 2010


Que preguiça que dá!
Era uma vez um gato Siamês.
Por ser muito engraçadinho, é chamado de Gatinho.
Além de carinhoso, ele é muito curioso.
Nada se pode fazer
que ele não deseje ver.
Se alguém mexe na estante,
está lá no mesmo instante.
Se vão consertar a pia,
está ele lá de vigia.
E o resultado é que quando viu
seu dono consertando a tomada da parede,
meteu-se com tanta sede,
a cheirar tudo que... nhoque!
Levou um baita de um choque!
E pensar que ele aprendeu?
Mais fácil aprendia eu!
Mantém-se o mesmo abelhudo
que quer dar conta de tudo."
Poema de Ferreira Gullar

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostaria de sua opinião sobre a postagem.

Estamos na Primavera

Estamos na Primavera